"É na Cruz que o Santo Amor, a alma amante purifica."

"É na Cruz que o Santo Amor, a alma amante purifica."
"Escandalo para os judeus. Loucura para os ímpios. Mas pra nós é Sabedoria Divina"

Coração de

Minha foto
inútil e miserável servo de Deus

domingo, 23 de outubro de 2011

A História não contada.


Estes três vídeos abaixo contam uma história bem diferente da passada pelos professores nas escolas do final do século 20 e início do século 21.

Devemos lembrar que os professores que ensinaram nas escolas de ensino médio, eram alunos das Universidades pouco tempo antes. E que as Universidades no Brasil eram as válvulas de escape da pressão exercida pela Ditadura Brasileira. Eram nas Universidades que se semeava o Comunismo, inimigo público nº1 da Ditadura.

Lembremos também que o Comunismo é de raíz Socialista e é anti-religião. E a principal religião do Ocidente é a Igreja Católica. Com isso, para os comunistas é extritamente necessário, acabar com a Igreja Católica. Herbert Marcuse da Escola de Frankfurt escreveu isso.

Agora você tem que a Universidade é uma instituição que forma os professores do futuro. E se você formar todos os professores contra a Igreja Católica? Em menos de 50 anos, você terá uma sociedade anti-eclesial.

Que coincidentemente é o que temos hoje.

Abramos os olhos pra saber que o que nos ensinaram nas escolas sobre a Igreja Católica, foi bem diferente do que realmente aconteceu.

VOCÊ SABIA?
  • Que a Igreja Católica Romana forneceu mais ajuda e apoio financeiro ao estudo da Astronomia, por mais de seis séculos – da recuperação do saber antigo da Baixa Idade Média ao Iluminismo -, do que qualquer outra e, provavelmente, todas as outras instituições? (J.L.Heilbron – Universidade da Califórnia, em Berkeley).
  • Que a Igreja Católica teve de empreender a tarefa de introduzir a lei do Evangelho e o Sermão da Montanha entre os povos bárbaros que tinham o homicídio como a mais honrosa ocupação e a vingança como sinônimo de justiça? (Christopher Dawson).

    Que as Cruzadas foram formadas no intúito de dar proteção aos peregrinos Católicos que iam a Terra Santa como também, proteger os Lugares Sagrados dos vândalos e assaltantes?


Esta série da EWTN é apresentada por Thomas E. Woods, autor do livro Como a Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental.



Thomas Woods graduou-se na Universidade de Harvard e é Doutor em História pela Universidade de Columbia.



Parte 1



Parte 2



Parte 3






Veja mais em:

http://www.bibliacatolica.com.br/blog/historia-da-igreja/introducao-aos-mitos-anticatolicos-economia-direito-terra-plana/


Um abraço e uma prece.

sábado, 8 de outubro de 2011

O mundo mudou!


Mudou? Não teriam mudado as pessoas?

De fato o mundo não mudou. Quem mudaram foram as pessoas que nele habitam.

Os conceitos não mudaram. Quem mudaram foram as pessoas que utilizam estes conceitos.

A Instituição da família não mudou. Quem mudaram foram as pessoas que estão inseridas na família.

Quando se fala que as pessoas mudaram a responsabilidade RECAI sobre CADA UM DE NÓS. A culpa não é do sistema. A culpa é de cada um. Dentro da sua pequena esfera social. Seja no trabalho, escola, família, roda de amigos... Mudemos nós então.

Nestes 7 vídeos o Sociólogo e Cientista Político Uruguaio Bernardo Sorj aborda as grandes mudanças da REVOLUÇÃO SOCIAL do fim do século 20 e início do século 21.

Parte 1 de 7




Parte 2 de 7



Parte 3  de 7






Parte 4 de 7




Parte 5 de 7







Parte 6 de 7





Parte 7 de 7




Regressemos ao Sagrado que nossos pais abandonaram.
Guardemos as Leis que hoje são tachadas de antigas.



"Herdeiros são agora das virtude que perdemos." (Renato Russo)






Um abraço e uma prece.


sábado, 2 de julho de 2011

Sacramento da Confissão



 A Confissão ou Penitência é um dos sete sacramentos. É um dos sacramentos que se pode receber inúmeras vezes. Se levarmos em consideração que sacramento é um sinal que nos une a Deus, instituído pelo próprio Deus vivo, chegaremos a uma grande interrogação:

Porque eu resisto tanto a receber o Sacramento da Penitência?

Ouvi de uma psicóloga que o mundo está virado, "porque os confissionários estão vazios e as clínicas psiquiátricas estão lotadas." Isso é fato. Ninguém quer confessar seus pecados. Mais então, quando o pecado mostra sua verdadeira face, todos recorrem a um psicólogo ou pior um psiquiatra. Que tentam tratar os sitomas de algo que desconhecem. Porque depressão não é causa; é consequência.

Há tempos os santos padres escreveram sobre as maravilhas da confissão. A literatura Católica é riquíssima. O problema é que impelidos pela mídia, todos compram Dan Brown, Willian P. Young e muitos outros. Desconhecem portanto, as obras de São João da Cruz, Santa Terezinha, Santo Agostinho, São Francisco de Sales e muitos outros santos que revelam maravilhas sobre os Sacramentos.

Se tu te alimentas de coisas boas, serás bom. Contudo o que é o bom? (há um artigo neste blog sobre a diferença do bom e do Bom). Exemlo: O chocolate é de sabor bom, mas amarga o fígado. Então nem tudo aquilo que tem aspécto e sabor agradável é realmente Bom.

Rejeitamos os sacramentos exatamente por que ele nos UNE a Deus. Qual a reação do homem em pecado, para com Deus? Adão após comer o fruto proibido como reagiu ao ouvir os passos de Deus? ... SE ESCONDEU. Essa é a primeira reação. Porque no fundo ele sabe que está errado. E essa é a nossa tentação diária. Após o erro, se esconder de Deus.

Agora, o ato de se DESLOCAR (saír do local, sair da inércia), até um Sacerdote, para CONFESSAR que errou. É definitivamente um ato de CORAGEM e de CONFIANÇA EM DEUS. Somos tentados diariamente a nos AFASTAR cada vez mais de Deus. SE ESCONDER de Deus e de tudo que leva a Deus.

A Pecadora aos pés de Jesus.



Observação (Gênesis e Evangélho de São João) feita pelo Cardeal Joseph Ratzinger



Adão ao cometer o pecado original correu para se esconder de Deus. E ao ser questionado por Deus o porquê da fuga. Adão respondeu que estava nu. O pecado deixa a pessoa com um sentimento de nudez (vergonha).

"E eis que ouviram o barulho (dos passos) do Senhor Deus que passeava no jardim, à hora da brisa da tarde. O homem e sua mulher esconderam-se da face do Senhor Deus, no meio das árvores do jardim. Mas o Senhor Deus chamou o homem, e disse-lhe: “Onde estás?” E ele respondeu: “Ouvi o barulho dos vossos passos no jardim; tive medo, porque estou nu; e ocultei-me.”" (Gen 3, 8-10)




Repare que tempos depois São Pedro Apóstolo ao saber que Jesus se aproximava da barca pelo mar. Se vestiu e correu. Mas não para se esconder de Deus. Correu para junto de Deus.

"Então aquele discípulo, que Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor! Quando Simão Pedro ouviu dizer que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se às águas." (São João 21,7)


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Eu me confesso com Deus?


Muitas pessoas falam a mesma coisa: Eu não me confesso, porque o Padre peca tanto quanto eu. Ou pior ainda: Eu não me confesso, porque os Padres pecam mais que eu. E até: Eu me confesso direto com Deus. Pra que esse negócio de confessar com Padre?

Repare que astúcia de Satanás. Como o inimigo é astucioso. Dos 7 sacramentos: BATISMO, CONFISSÃO, EUCARISTIA, CONFIRMAÇÃO, UNÇÃO DOS ENFERMOS, MATRIMÔNIO e ORDEM. O primeiro que ele detonou (destruiu), na cabeça das pessoas foi a Confissão. Por que? Pense!

Porque não cofessando os erros, você passa a começar a DESACREDITAR em Deus. Começa a não dar crédito aos outros Sacramentos. É só verificar.
Quando foi a última vez que você se confessou?
De lá pra cá, você tem buscado a Eucaristia?
Tem buscado a Unção dos Enfermos quando precisou?
Tem buscado viver o Batismo de forma exemplar?
Viver a Confirmação?
Viver o Matrimônio da forma que Deus pensou?

Ou você tem não só se afastado, mas criticado e até condenado?

A Confissão tem outro nome: PENITÊNCIA. Hoje em dia ninguém sabe mais nem o significado desta belíssima palavra. Outro sinônimo da Confissão é: RECONCILIAÇÃO. Exatamente o que Adão não fez. Se reconciliar com Deus.

Mas muitos ainda dizem: Eu me reconcilio com Deus e não preciso de Padre. Repare que ARROGÂNCIA. Não é muita Prepotência de uma pessoa se achar mais que todas as outras? O Padre peca tanto quanto eu, ou até mais. Jesus NUNCA. Nunca desafiou ou se quer desobedeceu a Sua Religião Judaica. Muito pelo contrário. Ao receber os 10 leprosos, Jesus mandou-os se apresentarem a quem?
R- Aos Sacerdotes Judaicos.
Olhe a instituição da Hierarquia na Igreja. O Sacerdote tem poder. O Sacerdote tem o Dom.

Jesus nunca ensinou a desobediência as Leis. Antes da última Ceia, Ele lavou os pés dos discípulos. Ele que não tinha nenhum pecado. Ele que é o Rei dos reis, serviu aos discípulos. Consegue ver aonde o demônio quer colocar você? Deus se humilha. Mas você? Você é mais que todos os outros. Você fala direto com Deus. Não precisa de sacerdote pecador. Repare a sagacidade do inimigo. E você cai feito um patinho.

O Sacerdote no Sacramento, atua como Persona Christe (na pessoa de Cristo).

Meus amados. O ato de se humilhar diante de um sacerdote e revelar todos os seus erros, com a certeza de que aquele pobre homem, irá guardar todos os seus mais íntimos segredos. É simplesmente sublime. Confiar a ponto de se abrir, contar tudo. Absolutamente tudo. Isso é uma das maiores graças que Deus nos deu.

Hamilton Apolônio Filho, fundador da Comunidade Católica Boa Nova, em Pernambuco, me revelou algo tão sublime, tão sagrado, tão perfeito, a respeito do Sacramento da Confissão, que hoje decidi partilhar com todos.

Eu já procurava o confissionário periodicamente. Mas confesso que não ia com ânsia, com vontade. Ia mais por obrigação. Por saber que eu precisava, mas sem entender. Ao ouvir o testemunho de vida de Hamilton. Sua conversão e sua primeira Eucaristía. Fiquei maravilhado com o Sacramento da Penitência. Compreendi a dimensão. A magnitude que alcança este Sacramento.

Passei então a me confessar com vontade de receber o Sacramento. E não por obrigação. Vou ao meu confessor desejando ardentemente receber a absolvição.


Aprendi com o Hamilton que a Confissão se baseia em duas perguntas sábias.

Tem algo que eu não faria de novo. Custe o que custar?
Tem algo que seu eu pudesse voltar no tempo, eu mudaria tudo?

Pronto.

Você conta tudo. Mas tem que ser TUDO. Que você mudaria, se pudesse voltar no tempo e que não faria mais hoje. Contar Tudo.

Simples assim. Isso é a Confissão!

Aprendi que podemos confiar. Confiar mesmo. Abrir o coração como quem se declara perdidamente apaixonado. Como se fosse o último dia. Como se fosse a última chance. Contar tudo. Sem restrição. Sem eufemismo. Sem medo.

Não é dizer pequei contra a Castidade. Ou pequei contra o 4º mandamento. Não! Absolutamente Não.
É chegar e contar tudo como quem conta a um grande amigo. Olha Padre, eu fiz isso. Fiz aquilo. Fiz aquilo outro.

E outra coisa importante. NÃO JUSTIFIQUE NADA.
Você quer estragar uma desculpa, acrescente a ela uma justificativa.
Ex: Desculpa?! Eu cheguei atrasado na aula, mas foi porque tava chovendo.
Pronto. Acabou com a desculpa. Você chegou atrasado porque foi displicente. E pronto. Assuma o erro! Assuma que se fosse pra um encontro com o namorado, ou pra o cinema. Você faria de tudo pra acordar mais cedo. O cinema não espera como a aula né? Nem perdoa como tal. Perdeu? Perdeu!

Então não se justifica pecado. Errei! Fiz isso. E assumo o erro. E estou aqui pra pedir perdão.

Gente o perdão não é fundamentado na justificativa. Deus não vai te perdoar porque vai levar em consideração a sua situação. Deus vai te perdoar porque é da Natureza dEle perdoar. E pronto! Não precisa explicar porque você chegou a cometer aquele pecado. Você simplesmente diz que pecou. Não tem que justificar a ação.



O Retorno do Filho Pródigo de Rembrandt.


A justificativa é uma artimanha do Diabo pra colocar no teu coração de que no fundo, no fundo, você não errou. Você reagiu normalmente àquela situação. Isso é o que o Demônio quer. Que você não assuma seu erro. Para que você não aceite que você errou.

Porque se você não aceitar que você errou. Você pode até confessar o erro. Mas não vai está arrependido. E quando você não se ARREPENDE REALMENTE. Você tem grandes chances de VOLTAR a cometer o MESMO PECADO.

Boa Confissão tem que ter ARREPENDIMENTO SINCERO.






DICAS DE CONFISSÃO


Confessar sempre que a sua mente acusar algo. 

Não deixemos acumular pecado por sobre pecado. Isso pode levar ao esquecimento temporário. E você só irá lembrar desse pecado, quando cometê-lo DE NOVO. O Papa João Paulo II se confessava semanalmente. E era o Papa heim? Sempre que puder se confesse.


Confessar-se sempre com o mesmo Padre.

Ter um confessor pessoal tem muitos benefícios. Primeir que ele sendo seu único confessor. Ele irá conhecer melhor você. Suas fraquesas e sua vida espiritual. Poderá lhe acompanhar melhor. E dar um melhor direcionamento. Segundo que somos tentados a variar de confessores, porque sempre caimos no mesmo pecado. E temos vergonha de reconhecer nossa fraqueza. Nossa miséria. E é exatamente por isso que não devemos variar de padres. A vergonha é um dom de Deus. É uma força a mais para vencer o pecado. Reconhecer-se miserável e pecador é uma virtude, que quando variamos de confessor tendemos a perdê-la.



Ser Verdadeiro e não omitir nada. 

A confissão é como abrir o livro da vida. É contar tudo. Se você desejou a mulher (homem) do próximo. Não é contar que pecou contra a castidade. Ou contra o 9º mandamento. É dizer olha eu desejei sexualmente a pessoa tal e tal.... E me envergonho disso. A Verdade vos libertará. Neste momento você está se libertando da escravidão do pecado. Tem um filme muito bom, entitulado "A Máfia no Divã". Nesta comédia, um Mafioso com problemas passados é tratado por um psicólogo. O Mafioso não se liberta do que o prende ao passado, até DETALHAR o que aconteceu entre ele e seu pai ao psicólogo. E quando enfim o relata, desanda a chorar. O choro é Libertação. Hoje em dia, os confissionários estão vazios. E as clínicas psiquiátricas lotadas. Mas não é remédio ou seções que irão livrar a pessoa do pecado. É a Verdade reconhecida diante do Sacerdote instituído por Deus. 


Fazer um exame de consciência antes da Confissão

É sempre útil fazer um retrospecto dos erros. Classificá-los de acordo com os Mandamentos e Pecados Capitais. Ordená-los. Examinar como poderia ter sido diferente. Como mudar. O que levou aquele erro? Como prevenir-se para não mais cair?


Confissão Comunitária é Excessão

 


Um Abraço e uma prece.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Música na Liturgia

 


A música deve SERVIR a Liturgia. O ministério de música durante a Santa Missa deve acompanhar a Liturgia. Primeiramente deve-se escolher músicas de acordo com o Tempo Litúrgico (ver Calendário Litúrgico).

As músicas tocadas no Tempo do Advento não são as mesmas do Tempo Comum. E nem as do Tempo da Quaresma são as mesmas do Tempo Pascal. Nossa Igreja é riquíssima. Existem músicas para todos os Tempos. Não há necessidade de se colocar uma música profana na Santa Missa. Entenda-se por "profana" toda e qualquer música que não seja Sacra, portanto é qualquer música que não seja feita exclusivamente pra Deus.

- Mas as músicas de Roberto Carlos são tão lindas. Falam de amor e tudo. ...

Mas não são sacras. Entenda-se por música sacra aquela música erudita própria da Tradição judaico-cristã. São as músicas feitas EXCLUSIVAMENTE para Deus.

O ministro de música está na Igreja para SERVIR a Deus. E não para exibir-se pra Deus e muito menos pra assembléia. Deve usar roupas discretas, sem decotes, como convém a um cristão. Assumir uma postura de serviço e está sempre alerta. Ser obediente sobretudo ao Sacerdote e a Igreja. Ser Casto, Cortês, Educado e Fiel a Santa Igreja. Lembrando que muitos irão reparar nas atitudes do ministro de música e tachá-lo dentro da sociedade.

Isso tudo tem um porquê. Quando o ministro toca/canta, sem querer ele rouba a atenção dos fiéis para si. E é exatamente o que não deve acontecer. Então quanto menos atenção ele chamar pra si, melhor.

Não esqueçamos que a Santa Missa é celebrada pela Igreja Militante (nós e tudo o que vemos, sentimos e tocamos) e a Igreja Padecente (Almas do Purgatório) e a Igreja Triunfante (Corte Celeste - Anjos e Santos). Isso tudo acontece em cada Missa que celebramos. E muitas vezes não nos damos conta dessa Magnitude que participamos.


Recordo que nas Igrejas mais antigas, o coral e o ministério de música, ficavam num andar superior no fundo da Igreja. De modo que ninguém os via, contudo seu serviço na missa chegava a todos. O ministério de música, deve ainda evitar falsetes e solos de instrumentos, porque desfiguram a música e atraem atenção para si, a não ser numa apresentação depois da Santa Missa.

Também não é recomendado, embora não exista nenhuma proibição escrita por parte da Igreja, a utilização de músicas protestantes na Santa Missa. Isso se deve ao fato de que nosso repertório (músicas católicas) é riquíssimo e não se faz entender, colocar música protestante ainda que seja para Deus, numa Celebração Litúrgica.

Podemos cantar música protestante nos grupos de oração, grupos de jovem, catequese. Não é pecado. Mas na Liturgia devemos evitar.

Nas músicas tocadas nos Tempos de Penitência (Quaresma e Advento) deve omitir-se a percussão. Pois o ritmo gerado por estes instrumentos, não condiz com a vivência do Tempo Litúrgico que é um tempo de jejum, abstinênica e penitência. Um tempo de contrição.

Recomenda-se a chegada do ministério de música, pelos menos com 45 minutos antes do início da Celebração Eucarística, para oração de entrega (afinal é um serviço pra Deus), afinação de instrumentos, acertos finais e ensaio geral. Lembre-se: Para Deus O MELHOR DE MIM.

Neste Vídeo da Resposta Católica o Padre Paulo Ricardo esclarece como devem ser as músicas da Santa Missa.




Partes da Santa Missa



Canto de Entrada

O Canto de Entrada deve ser alegre e que demonstre o acolhimento da assembléia ao Presidente da Celebração. O sacerdote é dito "presidente da Celebração" porque na verdade, todos os presentes são celebrantes da Santa Missa.

Há muitas dicas excelentes de Música na Liturgia, dadas pelo ilustríssimo Sr. Padre Paulo Ricardo em seu curso sobre Liturgia.



Ato Penitencial

As músicas tocadas no Ato Penitencial devem conter a oração "Senhor Piedade, Cristo Piedade, Senhor Piedade". Se a música não possuir estas palavras, não é Litúrgica. E caso no Ato penitêncial se cante uma música sem a oração acima, o presidente da celebração deve orar após o canto: "Senhor tende piedade de nós (a assembléia repete), Cristo tende piedade de nós (a assembléia repete), Senhor tende piedade de nós (a assembléia repete)."

No curso de Liturgia, o Padre Paulo Ricardo esclarece que existe uma diferença entre Ato Penitencial e o Kyrie. Deste modo pode ser rezado o CONFESSO A DEUS e depois cantado ou rezado o Kyrie.



Glória

O Glória NECESSARIAMENTE tem que glorificar as três pessoas da Santíssima Trindade. O ideal mesmo é que seja um Glória cantado nos mesmos termos do Glória proferido. Ou seja:
Glória a Deus nas Alturas
e Paz na Terra aos homens por Ele amados.
Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai, Todo-poderoso,
nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos,
nós Vos adoramos,nós Vos glorificamos
nós vos damos graças por Vossa imensa glória.
Senhor Jesus Cristo, Filho Unigênito,
Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai,
Vós que tirais o pecado do mundo,
tende piedade de nós.
Vós que tirais o pecado do mundo,
acolhei a nossa súplica
Vós que estais à direita do Pai,
tende piedade de nós.
Só Vós sois o Santo. Só Vós o Senhor.
Só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo,
com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai.
Amém!



Salmo

O Salmo sempre que possível deve ser cantando, pois é uma oração poética. Quando não se puder cantar todo o salmo, pelo menos a Resposta deve ser cantada. É importante saber que o Salmo deve ser o que dita a Liturgia do dia e não este, ou aquele, por ser mais belo, ou mais conhecido.

Outra observação importante é que o Salmo é meditado, ou seja, o leitor/cantor deve dar a devida entonação e pausas necessárias.

O site da "Canção Nova" disponibiliza na aba "Liturgia Diária", o Salmo do dia cantado, com cifra e partitura. Fácil e rápido.





Aclamação ao Evangelho

A Aclamação ao Evangelho deve ser uma música breve, alegre e que fale da Palavra de Deus. Breve porque como foi dito no início, a música deve SERVIR a Liturgia. E deve ser cantada apenas para o percurso do sacerdote desde o Trono até o Ambão. Não deve pois, o ministério de música cantar a música toda, enquanto o sacerdote espera no Ambão. A música deve SERVIR e não "se apresentar".
A palavra Aleluia (Alegria no Senhor), presente em muitas Aclamações do Evangelho, não pode ser cantada na Quaresma. Portanto deve-se evitar até mesmo músicas que levem a assembléia a cantar, mesmo que em segunda voz, esta oração no tempo Quaresmal. (ex: ...Ele vive (aleluia), Ele reina (aleluia), Ele é Deus e Senhor..... Ou no Amém cantado: Amém (aleluia), Amém (aleluia), Amém , Amém, Amém)




Ofertório

A música do ofertório deve falar de oferendas ao Senhor, Pão e Vinho. Assim como na Aclamação ao Evangélho, o ministério de música deve está atento para cessar a música, tão logo o Sacerdote tenha concluído o rito do ofertório. Nunca é demais: A música deve SERVIR a Liturgia.

Quem determina o término da música do Ofertório é o rito do sacerdote e não a coleta.





Santo

O Santo deve conter NECESSARIAMENTE as orações entre aspas contidas nas passagens bíblicas abaixo citadas. Novamente o ritmo deve obedecer o Tempo Litúrgico. No Tempo Pascal e num Tempo de festa o Santo deve ser bem animado. É um hino de louvor. Contudo na Quaresma e Advento é bom optar por um Santo mais contido.

Tanto os que precediam como os que iam atrás clamavam: "Hosana. Bendito o que vem em nome do Senhor." (Mc 11,9)
"Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus do universo. A terra inteira proclama sua Glória." (Isa 6,3)




Canto da Paz

O ministério de música deve está sempre alerta, acompanhando todas as orações da Santa Missa. Somente se o Sacerdote convidar a Paz é que o ministério inicia o canto. O canto de paz deve ser alegre, contudo expressar uma alegria respeitosa, visto que estamos prestes a ceia do Senhor.

De preferência não deve haver palmas. A paz deve ser dada com respeito, sem esquecer o momento sublime que se aproxima (A Santa Comunhão). Evitar percussão e música ritimada independente do tempo Litúrgico.







Canto de Comunhão

O Canto de Comunhão deve tratar expressamente de Partilha e Jesus Eucarístico. Deve ser lento e sem falsetes. Deve levar a assembléia a meditar e não a cantar, pois é chegado o momento íntimo com Deus. Se houver percussão é somente para dar um compasso lento a música.

Contudo, há padres especialistas em Música na Liturgia, que recomendam somente um instrumental durante a comunhão (piano, violino, órgão, flauta...) sem canto algum. Ou no máximo um coral ministrando um canto gregoriano. Visto que é um momento pessoal com Deus. E que cada um deve está completamente voltado para Jesus Eucarístico, sem distração com letras e muito menos rítmos.


Coral e instrumentistas dos Arautos do Evangelho. Ordem e Respeito ao Sagrado durante a Celebração Eucarística. "O Belo atrai, mas é Deus quem converte." Não esqueçamos que a Celebração Eucarística é o encontro pessoal com Deus por excelência. E isso deve ser feito no mais sublime clima de oração.

Ação de Graças

O canto de Ação de Graças deve ser um canto que leve a meditação. Este canto deve ser ministrado durante a purificação feita pelo Sacerdote no Altar. Um canto gregoriano, ou uma música lenta que retrate a Liturgia da Palavra ou Festa da Celebração realizada. Caso não haja canto de Ação de Graças deve-se respeitar o Silêncio deste momento sublime. Deve ser evitado apresentações de danças e teatros, principalmente fazendo uso do Presbitério. Deve-se respeitar o momento de Ação de Graças, como um momento íntimo com Deus e não tirar a atenção dos fiéis. 


Qualquer apresentação desse tipo (dança e teatro) deve ser feito após o Oremos (quando termina a Santa Missa).







Canto Final 

O Canto final é uma música tocada na saída dos fiéis, após a Santa Missa. É um canto alegre. Pode ser em homenagem ao Santo do Dia, o Padroeiro ou a Nossa Senhora. Pode ser ritimado (com excessão da Quaresma e Advento).






Para os que servem a Santa Missa no ministério de música:

Uma dica muito importante para os ministérios de músicas que servem nas Santas Missas é que a música deve sempre servir a Liturgia. E não o contrário.

Quero dizer com isso, que o ministério de música deve está atento, para quando o presidente da celebração terminar seus atos litúrgicos, o ministério parar de cantar "imediatamente" no final da estrofe ou refrão que esteja cantando. Logicamente a parada deve ser suave e bem ensaidada (não abrupta).

Isso para o presidente da celebração não ficar meia hora em pé, esperando o ministério terminar de "se apresentar". A MÚSICA DEVE SERVIR A LITURGIA.









Um abraço e uma prece.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

STJ aprova casamento gay

Precipitação de Lucifer e seus anjos no inferno, pela espada de São Miguel Arcanjo (O Anjo da Justiça Divina). 
Quem como Deus?
No final a justiça de Deus (não a dos homens) vencerá. O inferno tentará, mas não vencerá!
Atualmente quase ninguém percebe a AUTOFAGIA da sociedade ocidental do século XXI.
As pessoas não se atentam que estão caminhando para um abismo escuro e frio. Qual um drogado não percebe que a droga está destruíndo seu corpo e sua alma. 
Com a decisão do STJ de liberar a união homossexual pude concluir que a DEMOCRACIA é a MAIOR MENTIRA. Porque o que adianta o povo eleger os parlamentares, eles elaborarem as Leis conforme a Constituição, o presidente da República sancionar conforme a Constituição e a decisão final ser de meia dúzia de iníquos? 


Democracia? Quem manda e desmanda no Brasil é o STJ.
Essa decisão iníqua decepcionou a maioria do povo brasileiro.
Um povo engando e injustiçado pelos Doutores da Lei.
Isso é Democracia?
 Só se for na casa da chita!

Porderia-se também, mudar a a inscrição na Bandeira do Brasil para algo mais condizente com as atitudes do STJ no nosso país: "DESORDEM E REGRESSO"
O engraçado, é que um eleitor (detalhe: de nível superior) da Dilma, tinha me dito ainda na disputa do segundo turno, que ela não tinha o poder de aprovar leis pró-aborto e que quem decidia isso era o Poder Judiciário. Numa tentativa frustrada de me convencer, de que ela mesmo sendo abortista não podia aprovar o aborto. Que ILUSÃO heim?


E eu até falei pra ele sobre o Poder Legislativo e o poder de sanção e veto do presidente da república, como aprendi em OSPB. Mas depois dessa absurda decisão do STJ, eu realmente jogo a toalha. Na sua ignorância acerca do sistema político brasileiro, meu amigo acertou em dizer que o STJ é quem decide as leis. E o que é pior. Eles nem eleitos pelo povo são! Democracia... kkkkkkkkkkkkkkk.
 
 
Tenho amigos homossexuais. E eu acho que a decisão é deles e as consequências também. Contudo não posso me calar ao ver um irmão se autodestruir. E ele não enxerga isso. E a maioria hoje também não. Cê já experimentou dizer pra um alcóolatra que ele é alcoólatra? Cê vai levar é um murro na cara.  ... A decisão tem que partir dele. Mas não podemos aceitar como normal, algo que está destruindo a pessoa.

Para aceitar o homossexualismo como anormal, é necessário uma "outra" lavagem cerebral. Porque outra? Porque a 1ª foi para aceitá-la como normal.

Não enxergas tu, o desenrrolar de toda cultura homossexual no ocidente? Analise essa cultura de 100, 75, 50 e 25 anos atrás. Pode estudar. Tu vais entender todo o sistema.
O inimigo de Deus não se apresenta como um demônio, mas como um homem de bom gosto! 
Olhos abertos. Esteja Sempre Alerta!
Porque o que se coloca hoje em dia é "tudo é normal".: Matou Bin Laden? Tem todo direito! Quer ser homossexual? Tem todo direito. E assim vamos "deixando viver". Nossa memória é curta e por isso repetimos muitos erros históricos.

Alguns até argumentam que há homossexualidade no mundo animal. Mas isso não torna "normal". Muito pelo contrário. No mundo animal também temos assassinato e canibalismo de prematuros, a lei do mais forte, exclusão do bando, esquartejamento e muito mais; e nem por isso, estes atos se tornaram "valores humanos". Ainda né?

Uma mãe que ama seu filho e descobre que ele usa droga, por ventura não passaria a odiar a droga?  Uma mãe que ama seu filho drogado, por ventura, iria concordar com a decisão do filho de se dorgar e dizer: Deixa ele ser feliz? Absolutamente Não! Ela iria comprar uma grande briga para tirar seu filho da escravidão das drogas.
A comparação com a droga é perfeitamente compreenssível, uma vez que a droga é algo que escravisa a pessoa. Deus não criou o homem para isso. E a sexualidade deturpada (não só homossexual) é uma escravidão. Quando Jesus disse: "conhecereis a Verdade e ela vos LIBERTARÁ". Ele fala exatamente da Libertação de tudo que escravisa o homem dentro das esferas Poder, Prazer e Possuir.
 
Recordo meu amado, que a II grande guerra aconteceu pela "comodidade" pelo "deixa ser feliz".

A Alemanha vinha arrasada da I guerra e anexou a Austria: "Ah. deixa ela ser feliz!"

Invadiu a Polônia: Ah. Melhor a Polônia Socialista que Comunista né? Deixa ela ser feliz.
Invadiu a França: "Aí já tá apelando né Hitler! Mas essa revolução socialista não é o progresso?"

Quando ela declarou guerra a Inglaterra a Europa já estava nas mãos de Hitler. E até então o Nacional Socialismo, não era ruim a vista do mundo. Era visto como "menos mal" (em detrimento do comunismo), tanto que "deixaram" acontecer. Viu como é fácil ganhar terreno do inimigo por causa do "deixa ser feliz"
É bem fácil ser aquilo que não nascemos para ser. Difícil é ser o que Deus quer.
Talvez a mãe daquele travesti assassinado a facadas, tenha dito isso: Deixa ele ser feliz... Talvez se a mãe dele não tivesse se acomodado, ele ainda estivesse vivo. E não venha me dizer que a vida que ele escolheu levar foi feliz, porque isso é uma ILUSÃO!

Eu não discrimino homossexuais meu amado. Eles são filhos de Deus, amados e respeitados em suas decisões. Mas eu odeio o pecado deles, justamente porque destrói a eles mesmos. Eles precisam de amor. Não o amor deturpado que o mundo divulga e que muitos entendem como sendo liberdade. Mas o amor que vem de Deus, que liberta e sara as feridas.
 
Não podemos nos calar diante dessa injustiça.




Este link abaixo da Bíblia Católica apresenta textos dos Santos Padres e Doutores da Igreja acreca do homossexualismo:

http://www.bibliacatolica.com.br/blog/doutrina-catolica/o-homossexualismo-na-visao-dos-padres-santos-e-doutores-da-igreja/





Um abraço e uma prece.
 

domingo, 1 de maio de 2011

Beato João Paulo II


Papa João Paulo II e o então Cardial Joseph Ratzinger


Hoje, no domingo da misericórdia, o Papa Bento XVI beatificou o Papa João Paulo II, numa cerimônia com a presença de mais de 1.000.000 de pessoas, na Basílica de São Pedro no Vaticano. Sua festa será comemorada em 22 de Outubro (aniversário de seu pontificado).


Omaggio a Karol Wojtyla - il Papa che ha cambiato il mondo



Giovanni Paolo II


Beato Papa João Paulo II


Homenagem ao Papa João Paulo II (Giovanni Paolo II) feita pelo Dalvimar Galo dos Anjos de Resgate.






Um abraço e uma prece.

sábado, 23 de abril de 2011

Qual a minha vocação?

Vocação quer dizer chamado. Então não é você quem escolhe. É Deus. A você cabe a resposta: SIM ou NÃO.

Num mundo materialista e consumista como o nosso. Somos tentados a achar que vocação é fazer o que eu quero, o que eu desejo. E não é. Vocação é um chamado. Se estás atento aos sinais de Deus perceberá o chamado. E 100% das vezes, se responderes ao chamado de Deus, serás feliz, independente de realizar os seus desejos.

Lembre-se também que felicidade nada tem a ver com dinheiro. E muito menos com ausência de problemas. Fosse assim Madre Tereza de Calcutá sera a pessoa mais infeliz do mundo e é exatamente o contrário. 

Neste vídeo Padre Paulo Ricardo esclarece algumas dúvidas sobre vocação. Assista. Medite sobre o que ele falou. E sobretudo fique atendo aos sinais de Deus em sua vida.

Lembre-se que Deus chamou Samuel algumas vezes (sem resposta), antes dele perceber que era REALMENTE Deus quem o chamava.





É bom lembrar também que Deus gosta de escolher. "E que Deus não escolhe os capacitados. Ele capacita os escolhidos."



Um abraço e uma prece.



sábado, 16 de abril de 2011

Respeito ao Sagrado

Quando exatamente o homem abandonou sua sanidade, esqueceu seu Deus e começou a viver como um deus?


Moro em Quixadá desde 2007. Me decepcionei com esta cidade, quando foi anunciada uma festa de forró, pornofônico diga-se de passagem, em pleno Sábado de Aleluia no ano de 2010.

A que ponto chegamos? No maior país Católico do mundo, uma festa pornofônica em plena Semana Santa. E ninguém diz nada. Eu não consigo ficar calado diante desta INSANIDADE.

Não é bem estranho, que seja feita uma festa para celebrar a ESTUPIDEZ HUMANA, em pleno Sábado de Aleluia, quando Cristãos no mundo todo, lamentam a morte de Jesus Cristo, nosso Salvador?




Alegam os incautos: Mas Quixadá não foi a primeira a fazer isso.

 
É verdade. Sodoma já vivia de festa, bem antes de Jesus nascer e deu no que deu.

A investida do demônio na humanidade sempre foi de ganhar terreno. Dessa maneira no ano de 2011, a festa insana se mutiplicou e acontecerá na Quinta-Feira Santa e no Sábado de Aleluia. Agora vem a pergunta:

Porque não na Sexta-Feira Santa? 

A resposta é lógica. Porque isso ocorrerá no ano que vem. É a sequência da investida demoníaca.

Você já prestou atenção que todo pecado está ligado a uma mentira? Por menor que ela seja, mas sempre tem uma mentira.

A mentira da festa da ESTUPIDEZ HUMANA em 2010, para enganar os ignorantes na fé, é:
Só começaremos a festa no Sábado de Aleluia depois da meia noite que já é Domingo de Páscoa. 

Repare na sutileza do demônio. Satanás é muito astuto. Pega um coitado que não conhece absolutamente nada do Cristianismo e engabela num estalar de dedos com esse argumento.

Mas isso foi pra iludir os incautos de 2010. Este ano ele já tem domínio sobre muitos jovens. E não precisa mais dessa mentira. Já existe outra para pegar mais ignóbios:

Olha na Sexta-Feira Santa não fazemos festa porque afinal de contas é a morte do Jesus né?! Mas quinta e sábado é liberado. Não há nada de mal. Que mal tem?

Aí vai mais uma saraivada de alma iludida. E pagam né? É uma absurdo!

Raciocine comigo. 2010 festa no Sábado de Aleluia. 2011 festa no Sábado de Aleluia e na Quinta-feira Santa. 2012 festa n Sábado de Aleluia, na Quinta-feira Santa e na S....
Eu não acredito em previsões nem em preságios, mas quando era mesmo o fim do mundo? 2012? Hum!


A que ponto chegamos? 
Ao ponto de pagar pra cravar uma escata na mão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

E falam de vender a alma ao Diabo. Vender? 

Meu amigo tem muita gente que tá é PAGANDO pra Satanás receber sua alma. A pessoa literalmente paga pra ir pro inferno. E nem se toca do engano.

Já ouvi falar em gente tapada. Mais isso é ridículo. A pessoa pagar pra se destruir. E é exatamente esse o trabalho dos demônios. Eles prometem algo que eles não tem. As pessoas pagam pra ir a uma festa dessa, na ILUSÃO de que isso as fará mais felizes.

REPARE NA CHAMADA NO CARTAZ: SEMANA SANTA NÃO É EM NOVA JERUSALÉM (PE) OU EM QUALQUER OUTRA CIDADE QUE RESPEITA A SEMANA SANTA

SEMANA SANTA É EM QUIXADÁ? LUAU DA DEVASSA?


ISSO NÃO FAZ DE QUIXADÁ UMA CIDADE PAGÃ
FAZ DE QUIXADÁ UMA CIDADE ANTI-CRISTÃ.

Olha como o cartaz é bonito. (você acha que o belo não atrai?). Todo mundo sorrindo. Tudo bem bonito pra receber os convidados. Mas na sua sã consicência. E eu estou falando em SÃ CONSCIÊNCIA.
Deus abençoa uma pessoa que vai pra uma festa em plena Semana Santa?

Se sua resposta for "SIM".
Das duas uma (tertium non data):

-Ou você já escolheu seu destino, bem longe de Deus. (e isso é lamentável)
-Ou você está muito iludido.


César motos é do Sistema Monólitos.

Depois a desgraça (ausência de graça) acontece, aí vão se lamuriar: "Porque comigo? Eu não merecia isso? Deus é muito injusto." Esquecendo que ela mesma cavou o buraco, no qual se encontra.

Sobre a cidade anti-Cristã, Recordo que há 2 anos, alguns professores da UECE em Quixadá, colocaram uma faixa na frente da universidade com os dizeres: "aproveite a quaresma para profanar!" Se isso não for uma agressão explícita aos cristãos, eu não sei o que é. 



"Luau da devassa"

Estive pesquisando sobre a palavra devassa. Em português há um SUBSTANTIVO que tem por sinônimos: apuração, inquérito, levantamento... Infelizmente a palavra na frase em questão, não tem esse significado, mas sim a conotação do ADJETIVO.

Esse adjetivo tem por sinônimos: rapariga, vadia, meretriz, prostituta, ordinária...
E por antônimos: santa, fiel, descente, velada, recatada...

Com essa pesquisa publicada, somada ao título da festa celebrada em plena Semana Santa eu pergunto:

Não é isso uma "INVERSÃO DE VALORES"?




Eu não usarei nem recomendarei mais nada do Sistema Monólitos (Posto, Loja, Hotel...) e Rádio Liderança. E Pinheiro Society então, só passo em frente, porque não tem outro caminho. Esse é o meu protesto contra essa FALTA DE RESPEITO COM O SAGRADO.

Se todos os Cristãos tomassem essa posição, esse absurdo não aconteceria.


sexta-feira, 15 de abril de 2011

Alfaias Litúrgicas

Neste belíssimo vídeo dos Arautos do Evangelho, o Padre Antonio Guerra nos ensina sobre as Alfaias Litúrgicas.

É um excelente vídeo não só para quem quer ser coroinha, mas para todos os católicos, que na maioria das vezes julgam por não conhecerem.

Recordo que certa vez uma senhora veio a mim, reclamar que o padre da paróquia dela gostava de beber umas, porque ele enchia o cálice de vinho e só colocava duas gotinhas de água.

Depois eu expliquei pra ela, que não era nada disso. Que aquilo tinha um porque. Era um rito sacramental. E que as gotas de água representam toda a humanidade inserida no sangue de Cristo.

Então como diz o livro de Oséias: "Meu povo se perde por falta de conhecimento" (Ose 4,6)

Apliquemo-nos ao estudo e conhecimento das riquezas da nossa Igreja. São muitas riquezas. A Liturgia é a perfeita forma se achegar a Deus.

VÍDEO 1 - VASOS SAGRADOS



Como Diz o Padre Paulo Ricardo: "Salvemos a Liturgia, porque um dia poderemos ser salvos por ela."


VÍDEO 2 - PARAMENTOS LITÚRGICOS



Um abraço e uma prece.

Como ir para o inferno?

Neste vídeo, Padre Paulo Ricardo nos mostra que o para ir ao inferno, satanás ganha terreno na nossa vida. Até perdermos a posse do nosso coração. Os passos que os inimigo de Deus nos faz dar para ir ao inferno:
1º- Vaidade e Orgulho.
2º - Não temer a Deus e temer a opinião dos homens (respeito humano).
3º - Endurecimento do coração. (desespero e presunção)


PARTE I



Neste segundo vídeo, o Padre Paulo segue explicando os passos para ir ao inferno e explica ainda o que é o Pecado contra o Espírito Santo e porque ele não tem perdão.

PARTE II





Um abraço e uma prece.

O vício contra a natureza.

A Senadora do PT, Marta Suplicy, insiste no PLC 122/2006. E desarquivou o projeto de Lei que visa punir com maior ênfase qualquer manifestação contra homosexuais no Brasil.

SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO NO ENDEREÇO:

http://www.providaanapolis.org.br/disqpers.htm


Um profeta não se cala diante das injustiças! E pelo batismo somos sagrados SACERDOTE, PROFETA E REI.


Um abraço e uma prece.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Inversão de Valores


Você nunca se sentiu como peixe fora dágua? O mundo parece ter mudado muito rápido? Não sentimos pois, a sensação de está tudo equivocado? Essa é a Inversão de Valores.

Com a INVERSÃO DE VALORES do século XXI, não se sabe mais o que é certo e o que é errado. O inimigo de Deus confundiu a cabeça das pessoas. Essa é sua especialdiade. E hoje se fala em
matar bebês (aborto);
ser homossexual;
ser a favor da penas de morte;
ter relações sexuais fora do casamento;
não ter religião, porque Deus é um só;
Tirar as imagens sacras em respeito a outras religiões;

Enfim em DESFIGURAR o Cristianismo por causa da MODERNIDADE.

Fala-se tudo isso, como se fosse a coisa mais NORMAL do mundo. Há até um jargão que diz: "Os tempos mudaram."

Eu porém digo: "Os tempos não mudam. Quem mudam são as pessoas." O tempo não mudou nada. Agora as pessoas mudaram. E mudaram pra uma coisa bem pior usando como mecanismo de mudança o RELATIVISMO.

Hoje em dia, querem que tudo seja relativo.
MAS NÃO É!

O saudoso Renato Russo escreveu:

"....E há tempos nem os santos tem ao certo a medida da maldade.
E há tempos são os jovens que adoecem.
E há tempos o encanto está ausente.
E há ferrugem nos sorrisos...."

Na primeira frase Ele explicita, que nem os santos sabem mais diferenciar o certo do errado. Logicamente ele cita "santos" não no sentido real da palavra, mas se referindo a pessoas que primam pelo bem. E segue dizendo que os jovens estão doentes, sem encanto (sem ânimo= sem alma). A ferrugem nos sorrisos é o simbolismo da alegria vazia. Aquele sorriso que não sabe porque está sorrindo.

Ainda na mesma música Renato Russo escreveu:

"... Herdeiros são agora da virtude que perdemos..."


Isso bate perfeitamente com o que o Padre Paulo Ricardo falou no Curso sobre Pecados Capitais, na aula sobre o Liberalismo Sexual e Marxismo Cultural. Os filhos e netos da geração "woodstok e hippie". Da geração "não se reprima do menudo". Da geração "não existe pecado embaixo da linha do equador do Caetano Veloso".


E que virtude é esta que foi perdida com essa geração????

O Temor de Deus, a Sabedoria, a Piedade ?????

Ou seja, vivemos dias em que as pessoas fazem coisas "absurdamente erradas" e nem se quer aflora na antecâmara do cérebro delas, uma luz de que elas estejam fazendo algo de errado. Iniquidade completa.


Vivemos tempos em que somos questionados sobre que caminho tomar. E somos constantemente bombardeados com valores invertidos a fim de que nos sensibilizem a aceitar a condição de pecado como NORMAL.

É muito difícil para os homossexuais por exemplo, aceitarem sua condição de erro diante do Pai. Romper com o pecado sempre será a decisão mais difícil. Bem mais fácil, é imaginar um pai (um deus) que não é só amor e não só tudo perdoa, mas também o aceita juntamente com o pecado que ele não quer largar.

Considere a situação.

Uma criança que mesmo amada pelo pai, tem o mal costume de rolar na lama.

Considere que o pai sempre se veste de linho branco.

Considere que o pai sempre amará o filho, mesmo que ele esteja todo lameado.

Considere ainda que é sabido que a condição de imundice do filho, é incompatível com as vestes brancas do pai.

Todavia se o filho ama o pai e sabe da sua condição de imundice; Tería o filho coragem de abraçar o pai sem se lavar, sabendo das consequências de sujar a veste do pai?

Caso a resposta seja "SIM", responda: O filho "realmente" ama o pai?

Caso a resposta seja "NÃO", O que o filho estaria disposto a fazer para abraçar o pai?

O filho realmente ama o pai, a ponto de deixar definitivamente de rolar na lama, para poder abraçá-lo livremente sempre que quiser?

Meditemos.....

Um abraço e uma prece.

quinta-feira, 10 de março de 2011

A educação evoluiu?



Tire suas conclusões. Mas não só ria. Faça a diferença. Mude.


Um abraço e uma prece.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

O que é Deus?


A Igreja Católica nos ensina que Deus é um só, em três pessoas. O Pai, o Filho e o Espírito Santo. 3 PESSOAS e um só Deus. Deste modo o português correto é: QUEM É DEUS?

É uma questão muito difícil para um adulto entender. Somente um coração de criança consegue compreender tal afirmação.

Isso porque o adulto entende pra depois acreditar. E a criança acredita pra depois entender.

Quando eu era pequeno minha vó me contava uma história pra dormir. Era a história do "doido do junco". Era um doido que morava perto do açude da Can em Canindé. Eu nunca conheci o doido do junco. Mas as histórias que ela me contava antes de dormir me faziam imaginar o doido do junco. E embora eu nunca tenha visto, eu acreditava piamente no doido do junco. Afinal de contas era minha vó quem falava.

Eu acreditava tanto que quando entardecia eu evitava os arredores do açude da Can. O tempo passou e eu fui crescendo e aprendendo muitas coisas. Aumentei muito meu conhecimento de tudo que existe. Com o tempo fui deixando de acreditar no doido do junco da forma como eu acreditava. Eu queria dar uma explicação científica pra existência do doido do junco. Deveria ser um homem com problemas mentais e que era acorrentado num galpão. Na época não existia asilos, nem tratamentos especializados. Deveria haver junco próximo do açude da Can. E ele era tachado de "doido do junco".

Somente com os olhos do coração é possível ver com clareza.

Acontece que como todo ser humano que cresce, fui tentado a acreditar somente naquilo que meus olhos viam. O que meus sentidos não captavam eu tachava lenda e logo "não verdadeiro".

A grande questão é que Deus não se vê com os olhos da carne, senão com os olhos do coração. Antony Saint Exupery escreveu no "pequeno príncipe" uma das grandes VERDADES: "Somente com o coração é possível ver com clareza. O essencial é invisível aos olhos... Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer..." Esta frase é muito conhecida. No entanto, Kelly Patricia musicou um poema de Santo Agostinho (tarde te amei). Descobri que ele escreveu a mesma coisa. E isso 1600 anos antes de Antony Saint Exupery. "Entrei no meu intimo e 'vi com os olhos do coração' a luz imutável, forte e brilhante. Quem conhece a Verdade conhece esta luz..."

É o que acontece quando se distancia muito do que se vê. A gente esquece. E de esquecer acaba até mesmo por questionar a sua existência.

E a desacreditar quando alguém nos fala de algo que há muito tempo não vemos e há muito tempo esquecemos e há muito tempo desacreditamos.

Lendo o excelente livro do Professor Felipe Aquino "Para entender a Inquisição" descobri que o homem medieval que na nossa ignorância, julgamos ser um homem bruto e sem conhecimento cria muito mais em Deus que o homem do século 21. O homem medieval cria em Deus como uma pessoa (da forma perfeita de crer). E portanto se relacionava com Deus com um relacionamento pessoa-pessoa. De modo que uma blasfêmia era algo terminantemente inaceitável.

O homem medieval amava tanto a Deus, que se ouvisse alguém blasfemando era capaz de fazer uma desgraça. O crime de blasfêmia era considerado crime de lesa-majestade. E era julgado com pena de morte. Ora, se falar mal do Rei já era algo inadimissível, imagine falar mal do Rei dos Reis? Num mundo de HONRA. Ouvir alguém falar mal de uma mãe ou de um pai é suficiente pra explicar um assassinato (note que usei a palavra explicar e não justificar).

Conversar com Jesus. Ter uma relação pessoa-pessoa com Deus.

Não nos horrorizemos. Ainda hoje em algumas regiões do nordeste do Brasil, xingar a mãe do outro ou dar um tapa no rosto de um homem é assinar a sentença de morte. E isso é honrar! É errado matar. É um crime. Mas é questão de honra! O quarto mandamento da Lei de Deus diz: "honrar pai e mãe" Exatamente o que os filhos não fazem neste século. Hoje em dia se instituiu na sociedade: "É melhor um covarde vivo que um corajoso morto." E a palavra HONRA é algo desconhecido, visto apenas nos filmes de bang bang e orientais.


De tanto não ver (com os olhos do coração) a Deus, o homem passou de uma relação pessoa-pessoa para uma relação pessoa-algo. E como a relação pessoa-algo não é definida, ela acaba por cair no esquecimento e deixa de existir. Sem a relação do homem com Deus o homem passa a questionar Sua existência.

Para quem tem uma relação pessoa-pessoa com Deus, tudo se torna muito simples, perfeito e feliz. O grande problema é quando esta relação é quebrada. Santo Agostinho escreveu: "ESTAVAS COMIGO E NÃO EU CONTIGO!" Esta pequena frase, condensa todo o entendimento do qual se fala neste texto.

Quando Nossa Senhora apareceu em Portugal (poucas pessoas sabem disso), Portugal vivia uma revolução socialista. A monarquia tinha caido em detrimento da república (1910) e os socialistas eram os novos republicanos. A ponto de Lisboa ser declarada a "capital mundial do ateísmo". A idéia de Lenin era fazer a revolução comunista nos dois extremos da Europa (que era o centro do mundo) Portugal (extremo ocidente) e Russia (extremo oriente). Contudo ele achou prudente deixar o governo do Czar Russo ser enfraquecido pela Primeira Guerra Mundial (em curso) e depois dar o golpe. O que de fato aconteceu. Portugal foi tomada pelos Comunistas em 1910 e a Russia somente em 1917 (ano das aparições de Nossa Senhora em Portugal).

Nossa Senhora de Fátima. Maria trouxe a Luz para o meio das trevas.

O Comunismo difundiu o ateísmo no mundo. Hoje o comunismo atua de forma incubada dentro do capitalismo no chamado "marxismo cultural". A difusão do ateísmo é tão gigantesca que a maioria dos cristãos ocidentais, que vão as missas e dizem nos censos que acreditam em Deus, não possuem uma relação pessoa-pessoa com Deus e são repleto de dúvidas e critérios particulares de crença. Tipo:

Eu acredito em Deus, mas ele lá e eu aqui.
Acredito numa energia cósmica que une todo o universo.
Deus não quer nenhuma religião.
Deus não se mete nos assuntos dos homens.
Sou Católico, mas...... (pontinhos).


E por aí vai....

Isso tudo impulsionado pela mídia (Livros, Músicas, Filmes, Novelas, Programas, Jogos, Desenhos, Propagandas, Shows). De modo que a grande maioria foi cercada de idéias e filosofias que eliminam qualquer possibilidade de relação pessoa-pessoa com Deus. Se esta relação não mais existe tendemos a desacreditar em Deus. É um plano bem malicioso para separar a humanidade de Deus.

Hoje se questiona muito se Deus existe!

Contudo a Verdadeira pergunta não é esta. A pergunta que todo ser humano possui e quer obter a resposta é: Quem é Deus?


Num determinado momento da vida Jesus perguntou aos seus discípulos: No dizer do povo, o que dizem que eu sou? .... Várias respostas foram dadas: um revolucionário, a reencarnação de fulano, um pacificador, um sábio, um curandeiro,.... Todas a partir da mente humana contaminada pelos erros e transgressões.

E Jesus perguntou: E vós que estais aqui, que dizeis quem eu sou? ... Neste momento se adianta Simão e profere: Tu és o Cristo. O Filho do Deus vivo. E Jesus diz que esta revelação de Simão não foi dada por ele, mas por Deus Pai que está no Céu. E em seguida institui a Igreja e a Pedro como chefe dela.

A grande pergunta que Deus fez e deixa a resposta pra cada um é:

QUEM DIZEIS QUE EU SOU?